2 de março de 2010

"Ex-amor gostaria que tu soubesses..."

por ..bee.. às 17:27
Ultimamente eu sou a Rainha das Besteiras... Faço besteira assim, de caso pensado e ainda me divirto com isso... Afinal, a vida é muito curta, né?! Acontece que eu fiz uma besteirinha ontem à noite e acabei percebendo uma coisa: só faço as besteiras que eu faço porque, na maioria das vezes, eu estou segura de quem eu sou. E, de certa forma, eu devo isso a uma pessoa muito improvável: o hippie.

Bom, vamos por partes. Hoje é aniversário dele. Como eu estava no msn ontem e já passava da meia-noite, resolvi mandar os meus votos sinceros de parabéns e felicidades. Não feliz com isso, emendei um "adoooooooooro você, mocinho bobo!". E ele respondeu: "aaaah... rs.. eu tb!" E essa foi a minha besteirinha... Tenho certeza de que ele vai achar que estou dando mole pra ele, mas.. que se dane! xD

Então hoje eu acordei pensando nele, na nossa história, e em tudo o que aconteceu... Lembrei da menininha mimada que o conheceu, recém-saída de um namoro de 3 anos, super mal acostumada. Lembrei de quando ele disse que tinha medo de me quebrar, de tão bonequinha que eu era. Lembrei que foi isso me fez querer ser menos menininha, mais independente, ter mais atitude. Lembrei também que estávamos conversando um dia, de bobeira... E eu comentei que precisava de uma bota de cowboy.. Me senti culpada no minuto seguinte pela minha futilidade... Afinal de contas, ele é "tipinho Los Hermanos" (como diria uma amiga minha): barbado, do DCE, quer mudar o mundo... Falei isso com ele, ele sorriu e disse: "Você não tem que se sentir culpada! Você gosta disso, não gosta? Se os outros acham que é futilidade, problema deles... Você não tem que se importar com o que os outros pensam..."

O engraçado é que eu não esperava isso dele, sabe? Esperava uma bronca, ou aquele papinho todo moralista, socialista, que é lindo mas que todos sabemos que não funciona na prática. Mas não: ele me aceitou como eu era. E isso foi importante para mim porque me fez crescer. Me fez me ver como ele me via. Me fez bater o pé e falar "Eu sou fútil e consumista sim! Mas isso não faz de mim menos capaz do que qualquer outra pessoa"... E eu acho que se hoje eu me conheço, se hoje eu sei do que eu sou capaz, o hippie tem um papel fundamental nisso. O Psicólogo que o diga, porque toda a minha crise sobrou pra ele... Mas isso é assunto para um outro post talvez...

Apesar de tudo, da gente não ter dado certo, tenho um carinho enorme pelo hie e o admiro muito. Porque ele também é assim. Acho que não chegou a ser um amor, mas foi uma paixãozinha gostosa até... Ele foi uma grande surpresa na minha vida e eu espero que possa vir a ser um grande amigo um dia.... E espero mesmo que essa tensão entre a gente seja superada.

No mais: feliz aniversário, hippie!!!

4 gritos de felicidade:

Dama de Cinzas on quarta-feira, 03 março, 2010 disse...

Fora meu primeiro marido! E isso já faz um tempinho, acho que não conheci depois dele nenhum homem que me deixou saudade, essa vontadezinha de quero mais um pouco...

Xiii! Acho que acordei azeda hoje, não, tenho certeza que acordei... eheheh

on quarta-feira, 03 março, 2010 disse...

Ai é tão bom esses sentimentos bons que deixam saudades. Divagar em nossos pensamentos então é melhor ainda.

PS: Sò pra sua informação, aqui vos fala uma assistente social totalmente mulherzinha, pode isso? KKkk, Que Marx e Engels não me ouçam!

Beijos linda

Leite on quinta-feira, 04 março, 2010 disse...

BEAHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHH! quanto tempo que eu não vinha aquii :~.. agora vou ter que tirar tempo sabe-se lá Deus de onde pra me atalizar com o mundinho daqui..
mas sim, o hippie, lembro dele.. ainda era da época eu que eu era uma blogueira de bem...
PARABÉNS hippie!!!!
e beijões pra você, gata!

Juliana Mendes on quinta-feira, 04 março, 2010 disse...

ACABEI DE FAZER UMA BESTEIRA DE CASO PENSADOOOOO!!!!!!
iaIUHiuhaIahi

(;

toda tensão é superada um dia... POSSAS!!
=D

 

beah.volgari Copyright © 2012 Design by Giulia Azevedo Vintage Mustache