28 de novembro de 2012

Pedro,

por ..bee.. às 21:14
Pode-se dizer que eu sou facilmente influenciável pelo que leio e vejo. Para desespero dos meus pais, minhas crenças mudam tanto quanto o meu cabelo (e para o seu desespero também, que detesta minhas novas madeixas loiras)... Tenho horror a ficar parada. Detesto a ideia de que mudar de opinião é sinônimo de confusão. Enjoo fácil das coisas, mas não abro mão de um bom romance ideal. Dos meus filmes de menininha, do conto de fadas, da vida perfeita.

Nós não temos uma história perfeita (apesar de estarmos apenas na introdução, mesmo depois de 1 ano). Quando nos conhecemos não foi um momento arrebatador e a nossa vida não mudou quando nos beijamos pela 1a vez. Levou 2 anos para nos encontrarmos, para que o meu trem parasse na sua estação e estacionasse, apesar de ele já ter feito uns intervalos por lá antes. Demorou um tempo para eu entender que a minha vida não seria mais a mesma porque eu já não era mais a mesma. Por mais que você ache que eu não tive escolha, hoje eu vejo que a cada momento eu te escolhi.

Cada vez que eu fugia, eu não fugia porque eu não queria, mas sim porque eu achava que não merecia. Eu nunca me vi com uma boa garota, eu nunca fui a confiável, eu sempre tive desejos e vontades maiores que o mundo e as convenções sociais. Eu sempre fui a garota que se permitia e você não foi o 1o a não confiar em mim. E eu tinha ciúmes de você, eu tive ciúmes de você por tanto tempo! Tinha ciúmes porque eu acho que no fundo eu sabia que você seria o cara que me faria sossegar. Que me corrigiria e que estaria sempre ao meu lado. E chega uma hora que uma garota tem que parar de esperar que sua vida comece e começar de fato a vivê-la. Chegou uma hora que chorar no seu ombro por um outro garoto não tinha mais finalidade senão a de ficar deitada no seu ombro, ouvindo a sua voz, aproveitando o seu carinho e cuidado. Que não estar com você, me fazia desejar estar e mais ainda: mandar sms de madrugada ou em qualquer outra hora do dia, porque eu sentia sua falta e queria você do meu lado.

Você mudou a vida como eu a conhecia e com isso eu mudei. E foi de uma maneira tão sútil que eu nem percebi, então, me perdoa se eu não conto o tempo. Isso não significa que eu não me importo, mas sim que você é uma constante, uma unanimidade na minha vida, que eu só consigo dividir o tempo em quando eu não estava com você e o agora, quando eu conto as horas para chegar em casa e ficar deitada no seu ombro vendo filme do Batman.

Eu só queria te dizer isso, enquanto você não chega do trabalho. Que eu estou te esperando, que eu sinto sua falta, mesmo quando nós só passamos 10 horas separados. E que a vida como eu conheço, com você ao meu lado, é a que eu quero ter até quando eu for bem velhinha e esclerosada e não lembrar quem você é. E eu espero que você tenha paciência para me fazer voltar para você: mesmo que eu seja mais teimosa do que eu sou agora, você sempre vai ser o meu cara.

PS: Eu te amo.

#4meses


1 gritos de felicidade:

Ivan Monma on quarta-feira, 02 janeiro, 2013 disse...

Poxa vida... muito bom! Saudades desse espaço... Abraço

 

beah.volgari Copyright © 2012 Design by Giulia Azevedo Vintage Mustache